Se você já possui uma conta,
faça o login abaixo.

Não tem conta em nossa loja?

Cadastre-se!

Olá, visitante! Acesse sua conta ou cadastre-se.

Meu Carrinho

0CarrinhosR$ 0,00

MENUS PEDIDOS

Você ainda não adicionou produtos.

Parâmetros do Software Configurador IPnet v1.0x

DESCRIÇÃO DOS PARÂMETROS

Modelo – Modelo do módulo.

ID – Identificador do módulo (Ns).

Status – Condição atual da conexão.

Versão – Versão do firmware do microprocessador.

IP Local – Endereço IP do módulo.

Porta Local – Porta do módulo.

Máscara de sub-rede – Valor da máscara utilizada pela rede local.

IP do Gateway – Endereço do dispositivo que será utilizado como Gateway pelo módulo, geralmente contém o IP do roteador ou servidor de rede.

IP do Servidor de DNS – Endereço do dispositivo que será utilizado como Servidor de DNS pelo módulo, geralmente contém o IP do roteador ou servidor de rede.

Domínio ou IP do Servidor – Domínio ou IP do dispositivo Servidor a qual o módulo irá se conectar sempre que configurado como Cliente. Quando o módulo estiver configurado em modo Servidor, este parâmetro não tem função.

Porta Servidor – Porta remota do dispositivo Servidor a qual o módulo irá se conectar sempre que configurado como Cliente. Quando o módulo estiver configurado em modo Servidor, este parâmetro não tem função.

FUNÇÕES

. Habilitar criptografia - Habilitado: O módulo passa a se comunicar aplicando um algoritmo de criptografia nos dados que trafegam na rede, o que aumenta a segurança caso haja um acesso indevido a esta.

. Habilitar supervisão - Permite que seja feita uma segunda conexão de supervisão em sua Porta+2 para monitoração dos estados das entradas e saídas. A conexão de supervisão só estará disponivel para monitoração das entradas e saídas quando a conexão principal estiver estabelecida.

. Acionamento local - Quando habilitado, as saídas do módulo passam a ser comandadas por suas entradas correpondentes e simultaneamente aos comandos por software. Todas vez que uma das entradas for fechada, a saída correspondente do módulo mudará de estado. Simultaneamente, ao receber um comando de software, o módulo aceitará e executará o comando recebido. Essa função vale apenas para as 4 entradas e 4 saídas do módulo principal, não se aplica as entradas e saídas existentes nos módulos de expansão. Essa função não é adequada para casos em que o módulo estiver conectado diretamente a outro módulo (módulo a módulo).

. WatchDog timer rele - Quanto habilitado faz com que o módulo pulse (ON-OFF) seu contato de saída número 4 por 3 segundos (Tempo ON), sempre que houver uma falha de comunicação entre o módulo e o software ou entre 2 módulos (disponível para produtos fabricados a partir de agosto/16). Se habilitado, a saída número 4 será desativada para receber comandos.

. Reset por falha de comunicação - Desabilitado: O módulo mantém o estado de seus contatos de saída quando houver uma falha de comunicação entre o módulo e o software ou entre os módulos local e remoto. Habilitado: O módulo volta o estado de seus contatos de saída ao repouso (NA aberto e NF fechado) quando houver uma falha de comunicação entre o módulo e o software ou entre os módulos local e remoto. ​

. Expansão das entradas ou das saídas - Aceita conexão com módulos de expansão, podendo chegar a ter até 4 Entradas e 20 Saídas ou 20 Entradas e 4 Saídas. Compatível com os modelos de expansão Exp-4S e Exp-8E.

MODOS DE OPERAÇÃO

Modo Cliente – O módulo busca constantemente se conectar ao dispositivo cujo IP está definido em seu parâmetro Domínio ou IP do Servidor com a porta definida no parâmetro Porta do Servidor. Uma vez conectado, o socket TCP/IP estará aberto e a troca de dados poderá ser feita entre os dispositivos. Se por algum motivo a conexão cair, o módulo tentará constantemente reconectar-se ao dispositivo servidor até que consiga.

Modo Servidor – O módulo fica aguardando uma solicitação de conexão vinda de algum dispositivo da rede, que neste caso será o cliente. Para tal, este dispositivo cliente deverá utilizar para conexão o endereço definido no parâmetro IP Local e a porta definida no parâmetro Porta local. Uma vez conectado, o socket TCP/IP estará aberto e a troca de dados poderá ser feita entre os dispositivos. Se por algum motivo a conexão cair, o dispositivo cliente deverá solicitar uma nova conexão.

Modo IP Fixo – O módulo trabalha com um endereço de IP fixo definido no parâmetro IP. Caso haja na rede outro dispositivo com o mesmo endereço IP, haverá um conflito de endereços na rede e ambos os dispositivos podem não funcionar corretamente.

Modo DHCP – O módulo trabalha com um endereço IP variável que será atribuído pelo roteador ou servidor de rede, toda vez que a rede ou o módulo forem ativados. Assim que o módulo receber um endereço IP válido o led DHC irá acender. Neste caso não haverá conflito de IPs, pois os dispositivos sempre terão endereços IP diferentes. Este modo é útil quando não se conhece as características da rede onde o módulo será inserido pois os parâmetros irão ajustar-se automaticamente a rede onde estiver instalado. O módulo sai de fábrica em modo DHCP.

PROBLEMAS NA CONFIGURAÇÃO

Siga o procedimento abaixo:

- Conecte o módulo IPnet a uma rede, roteador, switch ou diretamente a um computador.
- Conecte a fonte de 12V em seus bornes de alimentação.
- Acesse a página do produto adquirido e baixe o software Configurador adequado para os produtos IPnet.
- Uma vez baixado, descompacte-o em qualquer pasta e rode o software Configurador.

- No topo do programa será exibido o endereço IP do computador onde o software está sendo executado. Caso este endereço IP não esteja de acordo com a rede onde o módulo IPnet está instalado, verifique se existem 2 ou mais conexões de rede ativas neste computador e desative as conexões que não estiverem sendo utilizadas neste momento. Isso é necessário porque, para configuração dos módulos IPnet, estes devem estar na mesma faixa de IP que o computador em que estiver rodando o software Configurador. Uma vez desativadas as conexões sem uso, feche o software Configurador e abra-o novamente. Clique para procurar dispositivos.

- Se estiver utilizando uma rede que possua servidor de DHCP, pressione no módulo a tecla DHCP até que todos os leds se apaguem (aprox. 12 seg) e então solte a tecla. Ao reiniciar, o dispositivo irá receber automaticamente um novo endereço IP válido e o led DHC irá acender deixando o dispositivo disponível para configuração e uso. Clique novamente para procurar dispositivos. Caso o led DHC não acenda, isto indica que o dispositivo não recebeu um endereço IP correto do servidor de DHCP. Neste caso, ele ficará com o endereço IP de valor 192.168.0.4 e será necessário seguir o procedimento abaixo.

- Se estiver conectado ao módulo IPnet diretamente por cabo (ou utilizando apenas um switch), defina o IP do computador utilizado como "Fixo" e de valor 192.168.0.10. Uma vez ajustado o endereço IP do computador, feche o software Configurador e abra-o novamente. Verifique se no topo do software ele mostra "IP deste computador: 192.168.0.10". Caso positivo, clique novamente para procurar dispositivos.

- Após configurado, o dispositivo mantém os parâmetros gravados mesmo que seja desligado.

- A senha de fábrica para gravação de novos parâmetros é formada por 6 zeros (000000).
 

X